Para proteger espécie de tartaruga, evento Poa Drive-in Show é transferido de local

Para proteger espécie de tartaruga, evento POA Drive-in Show é transferido de local

A Prefeitura de Porto Alegre anunciou a transferência do evento Poa Drive-in Show, que ocorre no próximo sábado, dia 27, para o estacionamento da EPTC, na rua Carlos Medina, ao lado do Estádio Beira-Rio. A medida foi tomada após a identificação de desova fora de época de uma espécie de tartaruga, o cágado-de-barbicha, na área do Anfiteatro Pôr do Sol, onde ocorreria a iniciativa inédita de espetáculos. Na manhã de sábado, a reportagem do Correio do Povo constatou que os restos de um réptil estraçalhado junto os ovos por golpes de pedra. Havia a suspeita de que fosse o mesmo animal que desovava no terreno na quinta-feira passada e foi avistado por frequentadores da orla. No entanto, a Equipe de Fauna Silvestre da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) avaliou a possibilidade de que o animal morto não seja o mesmo avistado antes pois os cágados têm por hábito desovar e abandonar o local. O crime ambiental repercutiu nas redes sociais e alertou as autoridades ambientais.

Conforme a Smams, a desova da espécie nativa geralmente ocorre na primavera, com filhotes nascendo no verão. Apesar de o terreno no Anfiteatro Pôr do Sol ser firme e dos ovos ficarem incubados em câmaras com cerca de 15 centímetros de profundidade, as fêmeas camuflam os ninhos antes de abandoná-los, dificultando a identificação. A estratégia adaptativa à sobrevivência da espécie, porém, dificulta a adoção de ações como a demarcação e o isolamento das áreas nidificadas, o que levou a adoção da medida de prevenção. 

Após tomar conhecimento do fato revelado pelo Correio do Povo, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) divulgou nota repudiando o ato. “Conforme o art. 29 da Lei Federal 9.605/1998, matar fauna silvestre é crime com pena de detenção de seis meses a um ano, e multa. A Smams oficiará as autoridades competentes, a partir das informações relatadas pela imprensa, para que seja apurado o crime. Após a apuração policial, caso seja identificado o infrator, a Smams também pode lavrar auto de infração”, informou. O cágado-de-barbicha faz parte da fauna nativa.

O secretário municipal da Cultura, Luciano Alabarse, explicou que a decisão de transferir o local do evento, além de proteger a fauna silvestre local, garante o auxílio para a comunidade artística. “Mudamos o endereço do show como medida preventiva e para proteção dos animais, atendendo também ao pedido da população que demonstrou preocupação com o episódio. Seguimos com este projeto que também irá beneficiar a comunidade artística, observado todos protocolos de segurança”, afirmou. A mudança do local ocorreu em acordo com os organizadores do evento, as empresas Impacto Vento Norte e Best Entretenimento. 
 
O Poa Drive-in Show seguirá até setembro e terá contrapartidas sociais, como o auxílio a artistas em vulnerabilidade social e apoio à Campanha do Agasalho 2020. Os shows musicais, teatro e comédia ocorrerão sempre aos sábados e domingos e poderão ser acompanhados apenas de dentro de automóveis, seguindo os procedimentos de distanciamento social e prevenção ao novo coronavírus. A sonorização do evento será por transmissão com o sistema FM via rádio, em formato drive-in, ou seja, não terá som alto, pois não haverá caixas de som no local. Entre as atrações musicais estão Guri de Uruguaiana, Chimarruts, Orquestra da Ulbra com Renato Borghetti e Ernesto Fagundes, com a regência do maestro Tiago Flores, Tonho Crocco, Comunidade Nin-Jitsu e Duca Leindecker.

Fonte:Correio do Povo

Cágado-de-barbicha aparece morto no gramado do Anfiteatro Pôr do Sol, em Porto Alegre, RS

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.