Paraty (RJ) vai substituir charretes com tração animal por elétricas, mas mantêm carroças

Paraty (RJ) vai substituir charretes com tração animal por elétricas, mas mantêm carroças
Um dos modelos de charrete elétrica disponível no mercado (Foto ilustrativa)

O prefeito de Paraty, Luciano Vidal, deu mais um passo para acabar com as charretes movidas por tração animal. Nesta sexta-feira (23), o prefeito apresentou o projeto de substituição das charretes tradicionais por veículos elétricos. Vidal está atendendo aos apelos dos defensores da causa animal e realizando a mudança com apoio do Estado e da Associação dos Charreteiros. A defensora de animais Luiza Mell, o deputado e secretário Estadual de Turismo, Gustavo Tutuca, o deputado federal Marcelo Queiroz e deputado Estadual Júlio estiveram no evento nesta sexta.

Prefeito Luciano Vidal recebeu a defensora da causa animal, Luiza Mell, os deputados Marcelo Queiroz e Gustavo Tutuca e a secretária de Saúde, Carla Lacerda
Prefeito Luciano Vidal recebeu a defensora da causa animal, Luiza Mell, os deputados Marcelo Queiroz e Gustavo Tutuca e a secretária de Saúde, Carla Lacerda

“E tudo isso será feito em parceria com os charreteiros que já atuam no centro histórico, garantindo o emprego e renda. As charretes por tração animal serão encerradas em nossa cidade e estamos fazendo história. O deputado federal, Marcelo Queiroz anunciou que Paraty será a pioneira nesse projeto que em breve se estenderá por todo o Brasil. E tem mais, o deputado trará o Castramóvel para a cidade, possibilitando a castração de mais de 1500 animai”, disse Vidal.

O presidente da Associação de Carruagens de Paraty, Lourival Silva, explicou que os trabalhadores do setor estão apoiando a iniciativa.

“Nós nunca fomos contra, sempre na balança, o bem-estar do animal e o nosso bem-estar; temos família, filhos e contas a pagar. Se quiser parar o animal, dá um trabalho para nós, a gente não quer brigar”.

A secretária de Saúde, Carla Vidal, que é defensora da pauta animal, comemorou o projeto. “É com muita alegria que presencio essa evolução para nossa amada cidade. Recebemos com entusiasmo ativistas incríveis como Luísa Mel e a Associação de Charreteiros de Paraty. Foi um encontro incrível, onde todos, incluindo os charreteiros, aceitaram a oferta, movidos pelo amor comum aos animais”, disse Carla.

A ativista pelos direitos dos animais Luiza Mell comemorou a iniciativa da prefeitura de Paraty. “Encontrar todo mundo olhando para o animal dessa maneira e fazer parte dessa transformação da sociedade junto com vocês é uma honra, um privilégio, é o dia mais feliz da minha vida”, disse emocionada.

Fonte: Diário do Vale


Nota do Olhar Animal: Serão proibidas charretes, mas parece que o prefeito se esqueceu de substituir as CARROÇAS, também movidas por TRAÇÃO ANIMAL, que continuarão circulando pelo munícipio, causando todo o sofrimento que se sabe.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.