Parem os passeios de charrete na Espanha: ajude a si mesmo e aos cavalos e caminhe!

Parem os passeios de charrete na Espanha: ajude a si mesmo e aos cavalos e caminhe!
Twitter / StopAlMaltratoAnimal

Quando estou em Palma, Maiorca, sempre tenho pena dos cavalos que puxam as charretes antigas para que os turistas preguiçosos passeiem pela cidade. O que pode parecer uma ideia bem romântica é na verdade uma crueldade contra os animais.

Recentemente, houve um acidente entre um ônibus, um cavalo e uma charrete em Alcúdia, quando o ônibus bateu na traseira da charrete e o cavalo, apavorado, caiu no chão. Não sei qual foi o resultado para o pobre cavalo, mas eles não pertencem às ruas, ao lado de ônibus e motoristas malucos.

Entro em pânico quando tenho que dirigir ao lado de alguns motoristas aqui, pois tudo é livre para todos nas ruas, então tenho pena dos cavalos. Em Palma, sempre há uma fila de cavalos que parecem exaustos e tão empolgados quanto um homem quando faz sua caminhada final da cela para o corredor da morte.

Esses cavalos são forçados a trabalhar em temperaturas extremas, desviar do tráfego e percorrer as ruas o dia todo, estejam ou não preparados para fazê-lo. Muitas vezes, desenvolvem problemas respiratórios em decorrência da fumaça e podem sofrer com dolorosos problemas nas patas por andarem na superfície dura por longos períodos.

À luz desse incidente mais recente, o partido de direitos dos animais, Progreso en Verde, está novamente apelando pelo fim das charretes puxadas por cavalos e sua substituição por charretes elétricas, o que parece uma ótima ideia. Não apenas esses pobres cavalos poderiam passar os dias no campo, como deveriam, mas as charretes elétricas são a solução para todas as formas de transporte, especialmente para as charretes antiquadas puxadas por cavalos.

Vamos lá, pessoal! Não vivemos no tempo de Dickens. E se você quer um pouco de romance e, ver um pouco de cultura, recomendo usar suas próprias pernas e andar por aí pela intermináveis ruazinhas da velha cidade de Palma, onde você pode parar para curtir uma refeição romântica nas muitas praças pitorescas ou ruas laterais, e ajudar a tão necessária indústria da hotelaria, que, como aquele cavalo, está no chão!

Uma das melhores maneiras de ver um lugar novo é usar os ônibus “hop-on hop-off”. Sempre que viajo para uma nova cidade, acho que esses ônibus são o que há de melhor e mais barato para ver o máximo possível. São relativamente baratos e você tem a opção de passar o tempo que quiser em qualquer lugar de seu interesse, além de contar com um guia de áudio e, assim, aprender um pouco sobre aquilo que está vendo.

Então, da próxima vez que for a Maiorca ou a qualquer outro lugar que açoita esses pobres cavalos em nome do turismo, dê uma olhada e veja por você mesmo o estado em que eles estão, e se de fato é justo com eles arrastar o traseiro preguiçoso de alguém pela cidade.

Por Terenia Taras / Tradução de Marcia Galdi

Fonte: The Olive Press

Freio na boca do cavalo serve para quê? Explicações de Alexander Nevzorov

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.