Pássaros são resgatados de cativeiro no interior de residência em Petrópolis, RJ

Pássaros são resgatados de cativeiro no interior de residência em Petrópolis, RJ

Uma informação recebida pelo Linha Verde (0300 253 1177) através do aplicativo “Disque Denúncia RJ” sobre guarda de pássaros em cativeiro, levou policiais a resgatarem nesta terça-feira (05) 12 pássaros da fauna silvestre que eram mantidos em cativeiro. Desse montante, três são considerados pássaros em extinção.

Segundo agentes da Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual dos Três Picos, subordinados ao Comando de Polícia Ambiental, após o recebimento das informações do Linha Verde, procederam à Rua Doutor Paulo Hervê, no Bingen e, durante a fiscalização em uma residência ao lado do Condomínio Major Koeller, os policiais da 5ª UPAm encontraram 12 pássaros silvestres sem anilhas: dois sabiás, quatro tico tico, dois pixoxós, um trinca ferro, um coleiro, um patativo e um tiê sangue. Questionado sobre as licenças necessárias para tê-los, o proprietário informou que as aves pertenciam ao seu irmão, já falecido. Diante dos fatos e tendo em vista que, segundo o IBAMA, o pixoxó e a patativa constam na lista de ameaçadas de extinção, os militares procederam à Delegacia da Polícia Federal de Petrópolis, onde a ocorrência foi registrada. As aves foram levadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), onde após tratamento serão devolvidas ao seu habitat natural.

Em Petrópolis, a população pode denunciar qualquer crime ambiental ao Linha Verde, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ” onde é possível enviar em fotos e vídeos em anexo. Em todos os canais, o anonimato é garantido.

Fonte: Diário de Petrópolis

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.