Pastor começa a ser julgado por maus-tratos a cadela em Ílhavo, Portugal

Pastor começa a ser julgado por maus-tratos a cadela em Ílhavo, Portugal
Carlos Veiga (à dir.) no tribunal. FOTO: Gilberto Camarinha Gomes

O Tribunal de Ílhavo começou esta quarta-feira a julgar um pastor, acusado de maus-tratos a uma cadela.

Os factos remontam a janeiro de 2019. Segundo a acusação, Carlos Veiga bateu, várias vezes, com um tubo metálico na cabeça do animal. Na sequência das agressões, a cadela perdeu o olho direito.

“Os cães atacaram o meu rebanho de ovelhas e já mataram dezenas de animais. Bati na cadela , que ficou ferida quando fugiu por uma rede de metal”, justificou ao tribunal. Na altura, foi lançada uma petição a pedir a prisão de Carlos Veiga. 

Por Paulo Jorge Duarte

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana original 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.