Pecuarista atropela tucano, posta foto com faca como se tivesse abatido animal e é indiciado e multado em MS

Pecuarista atropela tucano, posta foto com faca como se tivesse abatido animal e é indiciado e multado em MS
Pecuarista disse que atropelou animal e fez foto com "conotação política" — Foto: PMA/Divulgação

A Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo, a 463 km de Campo Grande, indiciou por crime de maus-tratos e multou um pecuarista após ele postar nas redes sociais a foto de um tucano abatido. Na imagem, conforme a polícia, o animal silvestre estava pendurado por uma corda. Já o suspeito aparecia com uma faca e como se fosse fazer o aproveitamento da carne do animal. A ação ocorreu há 2 dias.

Questionado, o suspeito afirmou ser morador de Paranhos e também disse que havia atropelado o animal. Em seguida, fez a foto e postou com a intenção de “dar uma conotação política”.

De qualquer forma, a PMA ressalta que, mesmo que o animal tivesse sido atropelado, o pecuarista não poderia utilizar o subproduto, pois, a Lei de Crimes Ambientais “protege a fauna e todos os seus subprodutos”.

O suspeito, de 66 anos, responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. Ele autuado pela PMA e multado em R$ 500.

Por Graziela Rezende

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.