Pecuarista é multado em R$ 10 mil por manter duas antas em cativeiro

Pecuarista é multado em R$ 10 mil por manter duas antas em cativeiro

Dois animais silvestres da espécie Tapirus terrestres (anta) foram apreendidos pela Polícia Militar Ambiental e por Policiais Militares da unidade de Costa Rica, nesta terça-feira, dia 29 de setembro, em uma fazenda, a 60 km da cidade. As antas foram vistas em um cercado próximo à sede da propriedade por Policiais Militares, quando acompanhavam um oficial de justiça para cumprimento de mandado judicial na fazenda. Imediatamente eles acionaram à Polícia Militar Ambiental que foi até o local.

Segundo o proprietário, há tempos ele mantinha os animais em uma área cercada na fazenda. Ele foi conduzido à delegacia de Polícia Civil e responderá por crime ambiental de manter animal silvestre ilegalmente em cativeiro, que prevê pena de seis meses a um ano e meio de detenção. A pena é aumentada de seis meses, tendo em vista que a anta consta da lista de espécies em extinção.

A Polícia Militar Ambiental autuou o infrator de 59 anos, residente em Costa Rica, e o multou de R$ 10.000,00. Os dois animais foram apreendidos e ficaram no local para avaliação dos veterinários do CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestre), para posterior providências de soltura na natureza.

Fonte: Dourados News

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.