‘Pensei que ele estava brincando’, diz tutor de animais baleados por policial aposentado

‘Pensei que ele estava brincando’, diz tutor de animais baleados por policial aposentado
Mula ficou agonizando após ser atingida por tiro em propriedade rural de Mirassol — Foto: Reprodução/TV TEM

O tutor dos animais baleados após invadirem uma propriedade rural de um policial aposentado em Mirassol (SP), no domingo (23), achou que era brincadeira quando recebeu a notícia.

“Ele avisou que havia matado o burro e iria matar a mula se eu não a tirasse da fazenda dele. Pensei que estava brincando, porque tínhamos muita amizade”, disse o contador Miguel Sanches em entrevista ao G1 nesta segunda-feira (24).

Segundo a Polícia Militar, os animais fugiram da fazenda e entraram na propriedade vizinha, onde também funciona um estande de tiro.

De acordo com Miguel, o terreno fica no fundo da casa dele e foi cedido pela família ao policial. “Ajudávamos muito ele. Estávamos construindo um mata-burro para os bichos não entrarem na propriedade”, contou.

O burro morreu no local e a mula, que foi atingida no pulmão, foi encontrada agonizando pelo tutor.

“Vi a mula caída e o burro morto ao lado. Enquanto fui socorrer ela, um homem que presta serviço de terraplanagem para o policial enterrou o burro”, disse Miguel.

A mula está recebendo atendimento veterinário em casa e continua com dor e em estado grave.

O tutor dos animais registrou um boletim de ocorrência contra o suspeito, que deixou a propriedade após o crime e não foi encontrado pela polícia.

VÍDEO: Polícia investiga animais baleados em propriedade rural de Mirassol

Por Francielle Souza, G1 Rio Preto e Araçatuba (colaborou sob supervisão de Ana Paula Yabiku)

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.