Peru: homem que matou cães a tiros em Tacna pode receber pena de até 5 anos de prisão

Peru: homem que matou cães a tiros em Tacna pode receber pena de até 5 anos de prisão

A pessoa que disparou com vontade contra cachorros que estavam em vias públicas de Tacna será investigada por crimes de perigo comum e maus-tratos a animais. O homem agora é procurado pelas autoridades.

No final de outubro, nas primeiras horas da manhã, um caso causou indignação e repúdio por parte da população de Tacna. Um homem, com cerca de 50 anos de idade, disparou com sua espingarda contra um grupo de cães e causou a morte de dois deles.

Segundo o promotor Jafet Romaní Yupanqui, o homem pode ser denunciado pelo crime de maus-tratos a animais após causar a morte dos dois cães. Este ato voluntário é punível com até cinco anos de prisão. Além disso, ele poderia receber outra queixa pelo crime de perigo comum, porque atirou em via pública. Será investigado se o homem tem licença para portar armas.

#EnvivoTacna #LaRepublicaSurMatan a canes a balazos.

Publicado por La República Sur em Sexta, 2 de novembro de 2018

Tudo começou quando o homem deixou sua casa com uma espingarda e atirou em um grupo de cães que estavam perto de sua residência. Os cães tentaram fugir, mas dois foram atingidos por balas. Infelizmente, os cães identificados com os nomes Lazzy e Hachi morreram instantaneamente depois de serem baleados. O homem deixou o local a bordo de uma caminhonete vermelha.

Em relação ao ocorrido, Jackeline Quispe, tutora da Lazzy, relatou que sua cachorra estava prenhe e exigiu justiça para seu animal de estimação.

Tradução de Thaís Perin Gasparindo

Fonte: La República 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.