Golfinho foi achado esquartejado na Praia do Pontal da Barra. Foto: Cortesia

Pescador é visto tirando golfinho do mar e o esquartejando no Pontal, em Maceió

Ameaçados pela interferência humana, a quantidade de animais marinhos que aparecem mortos no litoral de Alagoas tem aumentado. Na manhã desta quarta-feira (12) uma cena triste chamou a atenção de quem passava pela Praia do Pontal da Barra, em Maceió: um golfinho foi encontrado esquartejado na areia e testemunhas afirmam que o responsável pelo ato de crueldade foi um pescador da região.

O biólogo Bruno Stefanis do Instituto Biota de Conservação informou que uma equipe se deslocou até o local onde o animal foi encontrado e só após uma avaliação veterinária é que se saberá se o golfinho foi morto por ação humana ou se foi esquartejado depois de ser encontrado já sem vida na areia da praia.

“Nossa equipe de veterinários deve realizar a necropsia da carcaça para saber as causas da morte. A princípio recebemos a informação de que um pescador não identificado foi visto tirando o animal da água e tentou parti-lo ao meio. Além disso, ele retirou a nadadeira do animal para servir de isca para peixes”, informou o biólogo.

Bruno Stefanis explicou ainda que pescadores costumam matar os golfinhos e outros animais marinhos para que não danifiquem suas redes de pesca. O caso deve ser levado para a Polícia Federal (PF) em Alagoas, que ficará responsável pela investigação e punição do responsável pelo crime ambiental.

Por Thayanne Magalhães

Fonte: OP9

Nota do Olhar Animal: Terrível para o golfinho, tanto quanto para todos os peixes mortos pelo pescador.

Os peixes: uma sensibilidade fora do alcance do pescador