Petrópolis (RJ) registrou 1.039 casos de maus-tratos a animais em 2021

Petrópolis (RJ) registrou 1.039 casos de maus-tratos a animais em 2021
Foto: Pixabay

Dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que um animal é vítima de maus-tratos a cada dois dias no Estado do Rio de Janeiro, considerando as ocorrências registradas entre 2019 e 2020 nos 92 municípios fluminenses. Em Petrópolis, a Coordenadoria de Bem Estar Animal (Cobea) recebeu 1.039 denúncias deste gênero de janeiro de 2021 até ontem (28). Na cidade, pedidos de fiscalizações e denúncias relacionadas a casos de maus-tratos aos animais podem ser feitas através do WhatsApp, telefone ou e-mail.

Em todo o estado, segundo os dados do ISP, a maior parte dos crimes – cerca de 63% – ocorreu dentro das residências, sendo os tutores dos animais os autores das agressões – cerca de 58%. Em 12% dos registros, os vizinhos foram os responsáveis pelas agressões. Além disso, dentre as ocorrências finalizadas, quase 70% dos casos resultaram em resgate dos animais. Entre as espécies, os cachorros lideram os casos de maus-tratos, com 102 registros. Em seguida, aparecem os gatos e aves, com 35 e 29 citações, respectivamente. O levantamento apontou, ainda, ocorrências com outras 12 espécies, como macaco, cobra e tartaruga.

“A nossa equipe leu cerca de 400 registros de ocorrência para fazer o levantamento porque acreditamos que é necessário falar sobre esse tema. Muita gente ainda não sabe ou não entende que a prática de abuso contra animais é um crime e o autor pode ter que cumprir detenção de três meses a um ano, além de pagar multa. No caso de cães e gatos, a lei 9.605/98 prevê uma pena ainda maior, podendo chegar a cinco anos de prisão”, frisa a diretora-presidente do ISP, Marcela Ortiz.

Denúncias

Em março, o ex-prefeito interino e atual presidente da Câmara de Vereadores, Hingo Hammes, por meio da Cobea, garantiu a ampliação das políticas públicas voltadas para a causa animal, lançando mais um canal para que a população de Petrópolis pudesse realizar pedidos de fiscalizações e denúncias relacionadas a casos de maus-tratos aos animais.

Desde então, essas denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp (24) 98839-7243, telefone (24) 2291-1505 ou através do e-mail [email protected] O atendimento funciona de segunda a sábado, das 09h às 17h.

Além desses, em âmbito estadual, as denúncias de maus-tratos aos animais podem ser feitas à Central 190 da Polícia Militar, para o Comando de Polícia Ambiental (CPAm) pelo telefone (21) 2334-7634, para qualquer delegacia de Polícia Civil do estado ou pelo telefone da Linha Verde, do Disque-Denúncia 0300-253-1177.

Por Wesley Fernandes

Fonte: Diário de Petrópolis

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.