Pichação em fachada de churrascaria em São José dos Campos (SP) gera polêmica na web

Pichação em fachada de churrascaria em São José dos Campos (SP) gera polêmica na web

Mensagem pró vegetarianismo ‘coma legume’ foi pichada na quinta (25). Vandalismo causou revolta na web e levantou discussão sobre alimentação.

SP SaoJoseDosCampos legume 1

Uma pichação na fachada de uma churrascaria e boutique de carnes em São José dos Campos (SP), feita na nesta quinta (25), causou polêmica e levantou uma discussão na web sobre alimentação e direitos dos animais. A foto que mostra a pichação com a frase ‘coma legume’ foi compartilhada mais de 170 vezes e gerou repercussão entre os internautas da cidade.

A mensagem, supostamente atribuída a um vegano, foi alvo de criticas dos internautas por conta do vandalismo, além de despertar a atenção de quem come carne e a defesa de ativistas sobre os direitos dos animais. “Muitos vegans pedem respeito por ter feito sua escolha, mas querem ditar o que as outras pessoas devem comer”, afirmou um dos internautas em uma rede social.

Quem defende o veganismo rebateu. “Não queremos ditar o que as pessoas devem comer. Queremos ditar que ninguém deve morrer para te satisfazer”, afirmou outro. Os veganos defendem um estilo de vida contra a exploração dos animais.

SP SaoJoseDosCampos legume 2 Para um dos donos do estabelecimento, Bruno Alvarenga, a repercussão do caso surpreendeu. “Não esperávamos esse ato de vandalismo, nem a repercussão. O que quero frisar após tudo isso é que eu e meu sócio respeitamos todos os tipos de escolha, inclusive temos clientes que são vegetarianos e eles vêm aqui comer alguns pratos que servimos, que atendem esse público também”, afirmou.

Ele contou que, além da pichação na fachada, com outros dizeres como ‘vegan’ e ‘não matem os animais’, também foi alvo do vandalismo o carro da marca, que estava estacionado em frente ao estabelecimento no Jardim Aquarius. Alvarenga avalia ainda que a ronda policial poderia ser aumentada ao longo da madrugada.

Pichação

Uma lei federal prevê prisão de três meses a um ano para quem for flagrado pichando imóveis. Caso o autor da pichação seja adolescente, os pais ou responsáveis devem custear as despesas para a limpeza do local.

Além disso, São José mantém um programa antipichação. Quando o imóvel é pichado pela primeira vez, o programa sugere ao proprietário que forneça a tinta e o poder público disponibiliza mão-de-obra. Em caso de reincidência o programa se responsabiliza por todo trabalho. Para solicitar o serviço é necessário ligar no telefone 3901-2427. Flagrantes podem ser denunciados pelo 190.

A legislação em vigor desde 2013 em São José permite à prefeitura cobrar dos autores do vandalismo pelo ressarcimento do dano.

Segurança

O G1 questionou a Polícia Militar na tarde desta sexta-feira sobre a segurança no Jardim Aquárius. Até a publicação desta reportagem, a corporação não havia comentado o assunto.

Fonte: G1

MAIS NOTICIAS

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.