Pinguins são devolvidos ao mar após temporada de tratamento em Guarujá, SP

Pinguins são devolvidos ao mar após temporada de tratamento em Guarujá, SP

Animais foram soltos no Parque Estadual Marinho da Laje de Santos. Instituto realizou a segunda maior soltura de pinguins.

SP Guaruja pinguins1

Os 21 pinguins da espécie Spheniscus Magellanicus, conhecido como Pinguim de Magalhães, que estavam recebendo tratamento em Guarujá, no litoral de São Paulo, foram devolvidos à natureza nesta terça-feira (22) pela equipe do Centro de Recepção e Triagem de Animais Marinhos (Cetas) e o Grupo de Resgate e Reabilitação de Animais Marinhos (Gremar).

SP Guaruja pinguins2

Os animais foram soltos próximo ao Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, a cerca de 50 quilômetros da Costa. A ação contou com o apoio da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), que forneceu lanchas para que a soltura fosse realizada em um local adequado, onde as correntes marítimas ajudam os pássaros a voltar ao seu local de origem.

Essa foi a segunda maior soltura de pinguins realizada pelo instituto. A primeira foi em 2010, quando 35 deles foram soltos. Desde o inicio de junho deste ano, dezenas de pinguins, vivos e mortos, foram resgatados em todo o Litoral Sul de São Paulo e levados para o Cetas.

Neste ano, aproximadamente 180 aves chegaram para tratamento, entre elas cerca de 140 pinguins e 80 desses ainda vivos. Ao todo, 43 foram soltos na natureza. Outras oito tartarugas conseguiram ser liberadas à natureza, das quais 19 que receberam tratamento no Cetas Marinho neste ano. Somente no ano passado, o Cetas recebeu 350 animais, entre vivos e mortos. Foram 46 mamíferos e aproximadamente 150 aves e 150 tartarugas. O índice de recuperação ficou entre 25 e 30%.

SP Guaruja pinguins3

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.