Pit bull esfaqueada está internada em clínica em Salvador e se recupera bem

Pit bull esfaqueada está internada em clínica em Salvador e se recupera bem

Cadela foi alvo de pauladas e facadas; agressão foi cometida por pessoas. Com ferimentos graves, ela foi socorrida por comerciante no bairro do IAPI.

BA salvador 7305b470a343aA cadela pit bull espancada e esfaqueada por moradores do IAPI, bairro de Salvador, foi transferida do Hospital de Medicina Veterinária da Universidade Federal da Bahia (UFBA) para uma clínica particular no bairro de Itapuã, onde se recupera nesta sexta-feira (7).

“Está bem. Foi preciso ser feita cirurgia para a retirada da lâmina. Agora ela está no soro, tomando medicação”, disse o veterinário Leonardo Rodrigues, dono da Prontovet. A previsão é que ela receba alta em até uma semana.

Segundo o comerciante Luís Filipe Sigrist, que socorreu o animal das agressões, a queixa vai ser registrada na polícia por uma ONG em defesa dos animais. Os maus-tratos ocorreram na noite de quarta-feira (5), depois que o animal atacou um poodle na rua. Os primeiros socorros foram dados numa clínica privada no bairro de Brotas.

Segundo Sigrist, a cadela não era bem tratada pelo tutor e era mantida com fome e sede. “Isso gerou um estresse nela. Ele [o tutor] acabou dando a cadela para alguns crianças do bairro [vizinhas] passearem com ela. A pit bull acabou vendo o poodle e atacou. As crianças não conseguiram segurar e soltaram o animal”, relatou a testemunha. A comerciante diz que moradores partiram para cima da cadela, diante da situação. “Espancaram com pauladas e pedradas. Deram, ainda, uma facada na coluna do animal. O cabo soltou e a lâmina ficou presa nas costas dela. Quando cheguei, ela estava agonizando. Sabia que estava viva, porque ouvi a respiração”, detalhou.

Segundo Sigrist, o tutor do animal é um morador da região, mas a cadela só começou a ser vista na residência dele há cerca de 20 dias. “Ele foi embora da casa. BA salvador af54456b2b826Fugiu assustado. Eu e uma amiga que cuidamos dela e a trouxemos para cá [Hospital de Medicina Veterinária da UFBA]”, afirmou.

De acordo com o médico veterinário, Felipe Baldo, que recebeu a pit bull, a cadela chegou ao hospital com dor. Ele explicou que a lâmina da faca estava afixada no lado direito da coluna cervical. “Fizemos ultrassonografia para ver se tinha complicação. Então, ela foi submetida à cirúrgia para retirada da lâmina”, explicou. O procedimento ocorreu por volta das 9h desta quinta-feira (6).

Segundo o médico veterinário, a pit bull se recupera bem da cirurgia e é mantida em recuperação anestésica. Para o médico, ainda não é possível dizer que o animal não corre risco de morte, já que existe a possibilidade de infecção. Como o hospital veterinário não funciona à noite e não tem leito para permanência dos animais, Sigrist disse que está à procura de alguma clínica onde o animal possa ficar internado. Sobre o futuro da pit bull, ele disse: “O que é certo é que ela não voltará para esse tutor. Vai para uma pessoa responsável. A gente vai procurar uma adoção”, concluiu.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.