Pit bull ferida e rejeitada se tornou embaixadora de sua raça graças a resgatistas amáveis

Pit bull ferida e rejeitada se tornou embaixadora de sua raça graças a resgatistas amáveis

As pessoas por trás da organização Hope for Paws são verdadeiros heróis para os animais. A equipe da Hope for Paws tem sido líder em resolver o problema da crise de cães perdidos em Los Angeles e eles estão sempre mais dispostos que outros a seguirem em frente e irem além para salvar cães que outros não podem ou simplesmente não querem salvar. E nós já temos outra fascinante história de resgate para compartilhar com você.

Quando a Hope for Paws recebeu uma ligação sobre uma cadela Pit Bull que tinha sido atropelada, eles correram para o local. Felizmente, Sonja Flores ficou com a cadela até eles chegarem.

A Pit Bull estava encolhida embaixo do carro, compreensivelmente aterrorizada. Por sorte, eles puderam passar um laço em torno de seu pescoço com cuidado e tirá-la de debaixo do carro.

Uma vez retirada com segurança de debaixo do carro, a equipe de resgate usou uma toalha para ver como a cadela, agora chamada Jezebel, reagiria ao toque. A pobre menina estava com muita dor e continuava a rosnar, então ela foi levada ao hospital veterinário em uma gaiola. Felizmente, as radiografias não apresentaram fraturas, mas ela tinha muitos hematomas. Após tomar analgésico, a pequena cadela começou a se animar. Confira no vídeo acima como Jezebel está agora que percebeu que está em boas mãos.

A Hope for Paws queria que Jezebel se tornasse embaixadora da raça, para ajudar a desfazer o mito de que os Pit Bulls são agressivos, então ela terminou o treino recentemente com Farren Mahone. Agora Jezebel está pronta para seu lar definitivo!

Se você ou alguém que você conheça se interessar por esta garota, por favor, acesse o site BoardNBehave.com. Vamos dar a esta gracinha o lar amoroso que ela merece.

Para ajudar a Hope For Paws a continuar salvando vidas, você pode doar através de seu website. Qualquer quantia é válida!

Por Michelle Neff / Tradução de Elisângela Gomes da Silva

Fonte: One Green Planet 


Nota do Olhar Animal: São muitos os exemplos de pit bulls e de cães de raças consideradas agressivas que, na verdade, se não são instigados a terem este comportamento, são naturalmente muito dóceis. O problema maior em relação aos pit bulls e a quaisquer animais “de raça” refere-se à própria seleção genética imposta a eles por interesses comerciais e pelo EGOÍSMO das pessoas, que querem porque querem um cão desta ou daquela “raça”. Não se importam que seu gosto pessoal cause danos aos animais. Isto causa grande sofrimento aos bichos, vítimas de problemas congênitos. Sem falar no sofrimento imposto às “matrizes”, seus pais encarcerados e forçados a se reproduzirem muito além do que naturalmente o fariam.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.