PM Ambiental faz prisão por caça, porte ilegal de arma e maus-tratos contra animais em Botucatu, SP

PM Ambiental faz prisão por caça, porte ilegal de arma e maus-tratos contra animais em Botucatu, SP

Nesta quinta-feira, dia 1º de novembro, o 2º Pelotão de Polícia Militar Ambiental da região de Botucatu, após uma denúncia anônima sobre posse ilegal de arma de fogo pelo município de Pratania, munido de mandado de busca e apreensão, deu voz de prisão a um indivíduo por caça, porte ilegal de arma de fogo e maus-tratos a animais.

O infrator possuía em sua residência, na região central da Cidade, escondida em um forro falso, uma espingarda que caça calibre 22, duas fisgas, rede de captura e armadilha, armas e petrechos ligados a prática de caça de animais.

No local, também, foram localizados cinco cães SRD (sem raça definida) em condições de maus-tratos (sinais de desnutrição, debilitados, em ambiente infestado de ratos e com grande quantidade de fezes acumuladas) e que, prontamente, receberam cuidados veterinários da equipe de Zoonoses da Prefeitura de Pratania e foram destinados, temporariamente, para outro tutor.

Em diligência a um sítio do infrator, ainda foram localizados dois crânios de javalis, ainda com pelagem, com sinais de perfuração por arma de fogo, e dois pernis que por sua vez serão encaminhados para a pericia junto a Unesp de Jaboticabal.

O infrator, que já havia respondido anteriormente pelo crime de caça, nessa oportunidade voltou a reincidir no artigo 29 da Lei 9605/98 (caça), e também irá responder pelo artigo 32 da Lei 9605/98 (maus-tratos), sendo a ocorrência apresentada junto a delegacia de Pratania. Também os policiais da Ambiental lavraram dois autos de Infração, que somados chegaram a R$ 40.000,00 em multa.

Fonte: Alpha Notícias

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.