PM atendeu caso de maus-tratos de animais em Lavras (MG); veja fotos

PM atendeu caso de maus-tratos de animais em Lavras (MG); veja fotos

A Polícia Militar recebeu uma denúncia de maus-tratos de animais: quatro cães estavam presos, desnutridos, sedentos e feridos em uma residência do bairro Jardim América. Na madrugada deste domingo, policiais militares e o médico veterinário Daniel Eduardo Catanzaro Lacreta foram para o local e, quando deu exatamente 6h da manhã, horário que é permitido fazer abordagem em residências, os policiais chamaram pelos proprietários da casa. Eles franquearam a entrada da PM e do médico veterinário.

Os militares ficaram chocados com o que viram: quatro cães amarrados no tempo, sem proteção, um deles estava prostrado, tinha miíases, conhecida como bicheira na bolsa escrotal – este cão já não levantava mais e estava sofrendo muitas dores. Os quatro cães foram resgatados, três deles apresentavam um quadro grave de desnutrição e desidratação.

Três cães foram levados para a clínica Medcão, onde foram atendidos pela médica veterinária Eduarda Soares. O outro cão, o que apresentavam um quadro grave de infecção e estava muito debilitado, foi levado para a Clínica Univet, onde foi submetido a um procedimento cirúrgico, porém, ele não resistiu e morreu na mesa de cirurgia.

Os outros três cães, depois de medicados e alimentados, foram entregues a pessoas que se dispuseram a recolher temporariamente os animais para serem tratados com dignidade. Os policiais lamentaram a morte do cão que morreu na mesa de cirurgia, porém, sabem que morreu sem a dor que o atormentava há dias, teve uma morte digna, recebendo o tratamento médico veterinário.

O casal responsável pelo martírio dos cães foi preso e conduzido até a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil (Depol), ele será processado e vai responder pelo crime de maus-tratos de animais, podendo ir para cadeia, além de ter que pagar multa.

Os policiais militares que atenderam a ocorrência trabalharam no turno da noite, eles teriam que trocar o turno às 6h, porém, permaneceram trabalhando até por volta 11h para finalizarem a ocorrência. Uma policial que também atendeu a ocorrência não estava de serviço, mas se prontificou em ajudar a recolher os animais e livrá-los do sofrimento.

Os médicos veterinários Daniel, da Clínica Univet, e Eduarda, da Medcão, são parceiros da Polícia Militar e frequentemente fazem este tipo de atendimento.

Apesar dos esforços e da boa vontade do médico veterinário Daniel Eduardo Catanzaro Lacreta, o cão não resistiu e morreu na mesa de cirurgia (Fotos: Jornal de Lavras e PM)

Fonte: Jornal de Lavras 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.