PM “fecha” rinha de galos e prende acusados de maus-tratos, em Uberaba, MG

Após inúmeras denúncias anônimas policiais militares prenderam 11 pessoas e apreenderam um adolescente acusados de promover “rinha de galos” e maus tratos contra animais.

Arenas improvisadas eram usadas na briga de galos (Foto: Reprodução Internet)
Arenas improvisadas eram usadas na briga de galos (Foto: Reprodução Internet)

De acordo com informações do tenente PM Leandro Corrêa, os militares receberam denúncias anônimas no Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), que várias pessoas participavam de uma rinha de galos em uma residência no bairro Gameleiras.

Os policiais da 40ª Companhia e também da 5ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário (Polícia Ambiental) foram até um imóvel na rua Antônio Dellalibera, e ao chegarem eles viram várias pessoas que estavam fazendo apostas e colocando galos para se confrontarem, promovendo a “rinha”. Nesse momento algumas pessoas conseguiram fugir pulando muros, mas os policiais prenderam 11 homens e apreenderam um adolescente que estavam próximos às “arenas” montadas.

Os acusados foram identificados como E.A.R., 24 anos, N.B.S., 18 anos, R.A.S., 43 anos, M.M.S., 63 anos, E.P.S., 39 anos, A.C.N., 35 anos, L.S.V., 27 anos, J.L.C., 69 anos, J.C.G., 29 anos, J.D.M.J., 57 anos, além da apreensão de um adolescente de 16 anos. Nesse momento eles iniciaram buscas e varredura no imóvel e apreenderam esporas de plástico usadas nos galos, duas arenas improvisadas para as brigas, cinco galos com ferimentos, cinco biqueiras de aço e materiais usados nos maus tratos dos animais. Todos foram presos em flagrante, levados para a delegacia e apresentados a autoridade de Polícia Judiciária para esclarecer os fatos. Após prestarem depoimento os acusados foram liberados e responderão pelos crimes de maus tratos de animais.

Por Juliano Carlos

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.