PM “resgata” urubu que vivia em cativeiro em Ipatinga, MG

PM “resgata” urubu que vivia em cativeiro em Ipatinga, MG
Foto: Polícia Militar de Ipatinga/Divulgação

Uma ocorrência inusitada em Ipatinga ganhou a boca dos moradores da maior cidade do Vale do Aço. A Polícia Militar de Meio Ambiente cumpriu mandado de apreensão de um urubu que era criado por uma família do Bairro Esperança sem autorização dos órgãos ambientais.

O animal, batizado de Zulu, foi encaminhado ao zoológico de uma empresa particular até que o Instituto Estadual de Floresa (IEF) decida o destino da ave, que pode atingir quase 80 centímetros e pesar, quando adulta, cerca de dois quilos.

A história de domesticação de Zulu começou há dois anos. A ave, com então quatro ou cinco meses de vida, foi encontrada por uma dona de casa num lixão.

No primeiro semestre de 2015, a Polícia Civil tomou conhecimento de que o animal era mantido em cativeiro. O caso foi parar na Justiça. Hoje, uma guarnição da Polícia Militar cumpriu ordem para que Zulu fosse retirado do lar. A intenção é que ele seja readaptado à natureza natureza.

Animal desta espécie (Cathartes Aura) se alimenta, principalmente, de carniça. A reportagem não conseguiu contato com a dona de casa.

Por Paulo Henrique Lobato 

Fonte: Estado de Minas Gerais 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.