MS bonito carne1

PMA prende e autua em R$ 7 mil administrador de fazenda por caça em Bonito, MS

Além da carne a polícia a encontrou um rifle.

Por Gerciane Alves

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bonito, cidade a 300 quilômetros de Campo Grande, prendeu neste domingo (22) um administrador de fazenda, de 42 anos, por posse de carne de animal silvestre (produto de caça ilegal) e por posse ilegal de arma. A prisão aconteceu durante fiscalização em uma propriedade rural para averiguação de caça ilegal.

Em um freezer da residência do infrator na fazenda localizada a 50 km da cidade de Bonito, às margens de rodovia MS-382, a polícia encontrou carne de animais silvestres das espécies cateto e veado. Além da carne a polícia a encontrou um rifle marca Winchester, calibre 22 e munições do mesmo calibre, utilizadas na caça ilegal, para a qual também não havia documentos. A carne e a arma foram aprendidas.

O infrator confessou que havia abatido os animais, recebeu voz de prisão e foi encaminhado, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Bonito onde foi autuado em flagrante por caça ilegal e posse ilegal de arma. A pena para a caça é de seis meses a um ano de prisão e da posse de arma de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado administrativamente e multado em R$ 7.000,00 pelo abate do animal.

MS bonito carne 4

Fonte: Midiamax

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.