Crédito: Reprodução

PMs adotam cadela após tutor ser preso na Zona Sul do Rio

Policiais do 2º BPM do Rio de Janeiro adotaram, nesse sábado, uma cadela chamada Shaia após o tutor, um morador de rua, ser preso. Segundo uma policial do batalhão, ele tinha um mandado de prisão aberto por roubo e, ao conduzirem o homem até a 12ª DP (Copacabana), os militares perceberam que Shaia chorou muito.

“Ficamos sem saber o que fazer com Shaia, afinal deixar ela largada sozinha seria uma grande maldade. Partiu meu coração ver a tristeza da cadela e o quanto ela era inteligente. Se a deixasse pelas ruas de Botafogo, seria vítima de alguma maldade”, conta a tenente policial Greice Bianca em um relato no Facebook, que acrescentou que o animal é muito dócil. “Independente das coisas erradas que o dono fez na vida, era perceptível que ele a tratava muito bem, e o vínculo afetivo que a cadela tinha pelo seu dono. Ela ficará aqui como nossa mascote”.

Para manter a cadela, que é uma mistura da raça pit bull, a agente pede doações de ração e atendimento veterinário gratuito para vacinação e vermifugarão. Além disso, os policiais desconfiam que a cadela espera filhotes. “Essa pit bull é bem grandona e ainda suspeitamos que esteja gestante”, disse Greice.

Nas redes sociais, internautas elogiaram a atitude dos agentes de segurança. “Parabéns pelo gesto nobre e humano a você e a equipe. Raríssimo ver humanidade entre nós, humanos”, comentou um deles. “Que linda atitude. Ganhei meu dia”, escreveu outra.

Crédito: Reprodução

Por Victor Melo

Fonte: Meio Norte

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.