Poder Judiciário condenará agressores de animais por cumprirem desafio viral no Peru

Poder Judiciário condenará agressores de animais por cumprirem desafio viral no Peru
Sanção é aplicada para proteger os animais.

O Poder Judiciário anunciou a condenação de 3 a 5 anos de prisão por maus-tratos a animais, tendo em vista o ocorrido no Parque de Las Leyendas em suas localidades de San Miguel e Huachipa (Peru), onde dois indivíduos interromperam a tranquilidade dos seres indefesos que residem em suas instalações.

Por meio de sua conta X (antigo Twitter), a entidade informou que: “Se você maltratar um animal doméstico ou selvagem por querer cumprir um desafio de Tik Tok ou qualquer outro, você será condenado a até três anos de prisão. Se ele morrer, você será condenado a até cinco anos de prisão”, disse a publicação.

Como se recorda, em 11 de maio, dois indivíduos estavam transmitindo ao vivo no TikTok sua entrada no espaço onde os cangurus são mantidos. Um deles perseguiu o animal e bateu nele, o que provocou a ira do canguru, que o chutou ao tentar escapar dos maus-tratos.

Já o outro invadiu a área da anta para dar-lhe um tapa: “É isso aí, é isso aí. Já fiz essa parte”, disse o delinquente, depois de perturbar a tranquilidade do ser indefeso. No entanto, sua ação não terminou aí, mas, felizmente, um segurança chegou a tempo ao local onde estavam os cervos e impediu os maus-tratos.

“Eles se aproveitaram do final do dia, quando os guardas florestais estavam retirando os visitantes, para entrar na área dos animais e machucá-los e irritá-los. Esse ato é classificado como abuso de animais e a pena é de até três anos de prisão”, disse Ludwig Gutiérrez, consultor jurídico dos zoológicos.

Como denunciar?

Se você testemunhar maus-tratos a animais domésticos ou selvagens, pode ir à delegacia de polícia mais próxima e formalizar sua queixa. Você também pode ligar para o número gratuito 0800-00-205 do Ministério Público do Peru.

Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: Diario Sin Fronteras