Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

Polícia ambiental apreende mais de 50 aves nativas em cativeiros irregulares na grande Curitiba

Dezenas de pássaros nativos silvestres que eram mantidos em cativeiro foram encontrados por policiais do Batalhão de Polícia Ambiental nas cidades de Colombo e Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. As aves foram entregues ao Instituto Ambiental do Paraná e cinquenta delas foram soltas por biólogos durante o final de semana.

Os pássaros estavam em três residências das duas cidades; os responsáveis não tinham a devida autorização ambiental para manter os cativeiros, por isso os animais foram apreendidos. A operação foi realizada depois do recebimento de denúncias através do telefone 181.

Os infratores, que estavam de posse dos bichos, responderão a processos criminal e administrativo, pela Polícia Ambiental e junto ao IAP, respectivamente. A manutenção de animais em cativeiro sem as devidas autorizações é caracterizada como crime de tráfico de animais. As aves encontradas pelos policiais são de diversas espécies, entre as quais Trinca-ferro, Canário da Terra, Pintassilgo, Tico Tico Rei e Curió, sendo esse último ameaçado de extinção.

Para que fossem devolvidos à natureza, os pássaros passaram por triagem, realizada pelos profissionais do IAP. Foi feita avaliação da capacidade de voo, de interação com o ser humano e, consequentemente, suas condições de competir por alimento em meio à natureza. Além dos cinquenta animais que foram libertados, outros 13 pássaros apreendidos nos mesmos locais não puderam retornar de imediato ao meio ambiente e vão receber tratamento e cuidados em clínicas veterinárias parceiras e criadores licenciados.

Fonte: CBN

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.