Polícia Ambiental diz não ter recebido chamado de socorro ao sagui

Polícia Ambiental diz não ter recebido chamado de socorro ao sagui
Sagui-da-serra-escuro foi operado nesta sexta-feira. (Foto: Divulgação)

Em nota encaminhada a O Diário, a Polícia Ambiental afirma que não recebeu o chamado de atendimento ao sagui-da-serra-escuro, encontrado pelo casal Silvia e João Donizete, na Estrada do Nagao, em Mogi das Cruzes. O animal passou por uma cirurgia ontem, após ter fraturado uma das patas e passa bem.

O Diário mostrou as dificuldades enfrentadas pelo casal até chegar ao veterinário Jefferson Leite, que recebeu a espécie que, após o tratamento, deverá ser encaminhada a algum serviço público de São Paulo capital.

A recomendação é entrar em contato com o 2º Pelotão Ambiental da Polícia Militar, pelo telefone 190 ou na Região de Mogi das Cruzes pelo 4799-6427.

“A orientação é que ao encontrar um animal silvestre ferido a população acione os serviços de proteção animal dos municípios ou o Centro de Triagem de animais existentes, podendo ainda acionar o Policiamento Ambiental, que possui equipes treinadas para manejá-los. Em nenhuma hipótese a população deve arriscar-se no manejo de animais silvestres, que em razão de estarem feridos e estressados, podem causar danos às pessoas”, diz a nota.

Uma das preocupações é a contaminação por vírus hospedados nesses animais, como a raiva.

A Polícia Ambiental divulgou balanço onde mostra um decréscimo nos atendimentos. Em 2014, 353 indivíduos (animais e aves) foram encontrados e entregues. No ano seguinte, 230, e, em 2016, apenas 87. O levantamento especifica o total de resgates feitos pela corporação – e novamente se nota acentuada redução nos números – 40 em 2014 e apenas 10 em 2016. A nota não explica os motivos dessa diminuição (veja quadro).

O 2º Pelotão cuida de uma extensa área, com cobertura florestal, onde estão cidades como Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Salesópolis.

Fonte: O Diário de Mogi

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.