Polícia Ambiental flagra rinha de galos no Soledade, em Aracaju, SE

Polícia Ambiental flagra rinha de galos no Soledade, em Aracaju, SE

Polícia Ambiental flagra rinha de galos no Soledade. Atividade ilegal funcionava em pequena chácara.

A Polícia Militar de Sergipe, por meio do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), flagrou mais um crime ambiental referente a maus-tratos de animais em Aracaju. No fim da tarde desse domingo, 18, a guarnição do PPAmb foi acionada pelo Ciosp (190) para checar a denúncia que, em uma pequena chácara localizada no bairro Soledade, em Aracaju, funcionava uma rinha de galo com dezenas de pessoas fazendo uso de bebidas alcoólicas e apostas em dinheiro.

No local, ao perceberem a chegada da guarnição, os infratores se evadiram saltando muros e abandonando os veículos. Quatro pessoas foram detidas, sendo uma delas o proprietário do estabelecimento. Em conversa com a guarnição, o proprietário negou que fosse dono de qualquer animal, ele afirmou que apenas promovia as rinhas com o intuito de vender bebida alcoólica e que as apostas giravam em torno de 20 a 30 reais.

Durante a revista pessoal os militares acharam, com outros três suspeitos, esporas e biqueiras de aço. Também foram apreendidos uma balança, utilizada na pesagem dos animais, tesouras, esparadrapos, medicamento de uso veterinário e relógio para cronometrar o tempo de briga entre os galos.

Os quatro detidos concordaram em assinar um termo circunstanciado, comprometendo-se a comparecer ao Juizado Especial Criminal quando intimados. Seis galos foram encontrados no local, dois deles bastante debilitados. Os homens responderão pelo crime previsto no artigo 32 da Lei 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais). Participaram da ocorrência o sargento Claudio Nunes, cabo Barreto Junior, soldados Fernandes e Daniel Sá.

Fonte: Boa Informação (com informações da PM/SE)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.