Polícia Ambiental resgata animais silvestres que estavam em cativeiro em Foz do Iguaçu, PR

Polícia Ambiental resgata animais silvestres que estavam em cativeiro em Foz do Iguaçu, PR

O Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde resgatou sete animais silvestres de um cativeiro em Foz do Iguaçu. A ação foi na sexta-feira, 15, após uma denúncia anônima. O responsável foi encaminhado para a delegacia policial.

Foram resgatados três jabutis, dois quero-queros – que estão com as penas cortadas –, um lagarto teiú e uma coruja-orelhuda, que foram encaminhados para o Parque das Aves. Os animais foram retirados de forma clandestina da natureza, o que é ilegal.

É crime, segundo a legislação, a criação de animais silvestres sem a permissão dos órgãos responsáveis. Infratores podem ser multados com valores de R$ 500 a R$ 5 mil por indivíduo, dependendo se o animal está ou não na lista de extinção.

“Animal silvestre não é pet”, ressalta a polícia ambiental. “É importante saber que nem todos os ‘bichinhos’ podem ser levados para o lar como cães e gatos. Os animais silvestres têm especial importância no meio ambiente onde vivem, pois exercem funções que equilibram a fauna e a flora locais.”

A Força Verde da Polícia Militar do Paraná esclarece que os animais silvestres podem ser mantidos apenas em criadouros credenciados, para fins de venda. Ainda assim, não são todas as espécies que recebem autorização para serem criadas nesses espaços.

Qualquer pessoa pode denunciar a existência de cativeiros de animais silvestre, anonimamente, pelo telefone 181. A orientação para a população é que essas espécies nunca sejam retiradas do seu habitat natural. 


 
Fonte: Santa Helena

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.