Polícia Ambiental resgata veado-campeiro, animal ameaçado de extinção, na Serra Catarinense

Polícia Ambiental resgata veado-campeiro na Serra Catarinense

A Polícia Militar Ambiental (PMA) fez o resgate de um veado-campeiro macho nesta semana. O animal estava acuado nos fundos de uma residência no município de Palmeira, na Serra Catarinense, provavelmente fugindo de algum caçador. Apesar de assustado, ele não apresentava ferimentos e foi solto pelos policiais militares ambientais em seu habitat natural, afastado da zona urbana.

O comandante da PMA, Major PM Adair Alexandre Pimentel, lembra que a retirada de animais do meio ambiente pode causar desequilíbrio ecológico e refletir em todo o ecossistema, inclusive podendo causar sérios danos ao próprio homem. “Além disso, caçar animais silvestres é crime e passível de punição. Quem for pego caçando responderá criminal e administrativamente”.

Veado- campeiro

O veado-campeiro é uma espécie ameaçada de extinção por causa da caça e da destruição de seu ambiente. Mede cerca de um metro e pesa em média 35 quilos. São muito rápidos, podem correr até 70 quilômetros por hora. Sua pelagem é marrom na região do dorso e branca ao redor da boca, dos olhos e na barriga. Os machos apresentam uma galhada que pode chegar a 30 cm de altura.

Por Catarinas | Foto: PMA

Fonte: São Joaquim Online


Nota do Olhar Animal: Antes de causar da danos ao “equilíbrio ecológico”, a caça causa dano ao animal e isto já é motivo suficiente para ser repudiada.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.