Polícia australiana desmantela tráfico de 250 répteis para Hong Kong

Polícia australiana desmantela tráfico de 250 répteis para Hong Kong

“Os animais estavam a ser mantidos em más condições e amarrados em pequenos contentores enquanto eram embalados para embarque”, informou a polícia do estado de Nova Gales do Sul, em comunicado.

Quatro pessoas foram detidas, indicou a mesma nota.

As investigações sobre tráfico de animais nativos, lideradas pelo Raptor Squad da polícia de Nova Gales do Sul, começaram em setembro de 2023, quando as autoridades intercetaram o carregamento de 59 lagartos e lagartixas em nove pacotes, com destino a Hong Kong.

A operação policial culminou na última quinzena de dezembro com a detenção de quatro pessoas e a apreensão de centenas de lagartos, cobras e ovos de répteis em várias buscas na zona oeste de Sydney.

Com cada lagarto nativo a custar cerca de 5.000 dólares australianos (3.069 euros), a polícia estima que o valor total da apreensão do mês passado ronde 1,2 milhões de dólares australianos (737.000 euros).

Como resultado da operação, a polícia acusou os quatro suspeitos, incluindo uma mulher, de vários crimes relacionados com o tráfico de animais nativos e a participação num grupo criminoso.

Os animais autóctones australianos, incluindo répteis e cobras, são frequentemente comercializados para compradores do mercado de animais de estimação exóticos, que se encontram principalmente na China, Hong Kong e Taiwan, de acordo com o portal da AUSTRAC, a agência governamental australiana que combate crime financeiro.

O tráfico de animais nativos é punido na Austrália – país com espécies endémicas e únicas no mundo – com penas de prisão até dez anos.

Fonte: Impala News / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.