Polícia autua caçadores que publicaram imagens de animais abatidos em redes sociais

Polícia autua caçadores que publicaram imagens de animais abatidos em redes sociais

Três homens foram autuados pela Polícia Militar Ambiental (PMA) após divulgarem fotos e vídeos de animais mortos em uma caçada em uma rede social. Uma capivara, um tatu-galinha e um javali foram abatidos em Dourados, na quarta-feira (6).

De acordo com a PMA após a denúncia os caçadores que são identificados no vídeo foram localizados, e confirmaram a autoria do crime, porém, disseram que não utilizaram arma de fogo.

Segundo a polícia, os suspeitos contaram que a caça ocorreu há cerca de duas semanas, no distrito de Macaúbas, em Dourados. Os caçadores, de 33, 35 e 54 anos, foram autuados administrativamente e multados em R$ 1.500,00 cada um.

Eles também responderão por crime ambiental de caça ilegal, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção, aumentada de meio ano, devido o tatu-galinha que consta da lista de espécie em extinção.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.