Polícia chinesa procura caçador de tubarão-baleia

A polícia na Região Autônoma da Etnia Zhuang de Guangxi, no sul da China, estão procurando o caçador de um tubarão-baleia e deteve duas pessoas que compraram o animal abatido.

Um internauta divulgou no sábado fotos que mostram um tubarão sendo tirado do mar próximo à cidade de Beihai e depois transportado para outro lugar, o que fez a polícia investigar o caso.

Um porta-voz do departamento de segurança pública disse que um suspeito de sobrenome Liao comprou no sábado o tubarão de 370 quilos por dois yuans (US$ 0,30) por quilo e o vendeu a outra pessoa de sobrenome Huang por cinco yuans por quilo.

Huang teria transformado a carne em fertilizante e a vendido.

O tubarão-baleia é considerado “vulnerável” pela União Internacional para Conservação de Natureza e está sob proteção de classe B na China. Os exemplares parecem em maio e junho nas águas na costa das regiões de Guangxi e Guangdong.

Por Xinhua / CRI

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.