Polícia Civil apreende animais silvestres mantidos em cativeiro em Pequi, MG

Polícia Civil apreende animais silvestres mantidos em cativeiro em Pequi, MG
Iguanas e jabutis apreendidos na casa do suspeito em Pequi — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil apreendeu no município de Pequi na segunda-feira (14), seis animais silvestres mantidos em cativeiro.

Na casa do suspeito, de 31 anos, os policiais apreenderam duas iguanas, dois jabutis, além de um pássaro da espécie trinca-ferro que estava morto em uma gaiola e uma cobra que foi apreendida no momento em que ia ser entregue ao investigado. A cobra não pertence à fauna brasileira, segundo os civis.

Ação policial

A ação foi realizada após a troca de informações entre o Departamento Estadual de Investigações de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), sediado na capital Belo Horizonte, e a 3ª Delegacia Regional de Polícia em Pará de Minas.

Os policiais do Dema obtiveram informação sobre a possível entrega de uma cobra da espécie snake, em uma casa na cidade de Pequi.

Revenda de animais

Animais silvestres foram apreendidos — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Animais silvestres foram apreendidos — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A partir disso, policiais de Pará de Minas iniciaram as investigações e o suspeito foi localizado no momento em que ele recebia a cobra pelos Correios. O indivíduo contou que mantinha outros animais em casa e que os adquiriu para a revenda.

Responsabilização criminal

O suspeito foi conduzido à Delegacia Regional em Pará de Minas, onde foi lavrado o flagrante e estabelecida fiança, que já foi paga. O valor não foi informado.

O homem irá responder por manter animais silvestres e exóticos em cativeiro, maus-tratos a animais, e uso de droga, já que na casa dele foi encontrada uma porção de maconha.

Fonte: g1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.