Polícia Civil de Joinville (SC) indicia mulher acusada de esfaquear filhote de cachorro

Polícia Civil de Joinville (SC) indicia mulher acusada de esfaquear filhote de cachorro
Foto: Polícia Civil/Divulgação

Nesta segunda-feira, 19, a Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal de Joinville, indiciou uma mulher acusada de ter esfaqueado uma filhote de cão da raça rottweiler.

Segundo apurado pela polícia, após o término do casamento, a mulher teria retornado à residência onde morava com seu ex-marido e esfaqueado a cachorra de apenas seis meses.

Conforme apurado na investigação, ela teria chamado o animal até o portão e efetuado golpes no seu pescoço, aproveitando-se do vínculo de confiança e afeto que teria por ela.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, em seguida, a mulher teria atentado contra a vida dos próprios filhos, em razão do que se encontra presa até então.

Após interrogatório realizado com a mulher, ela foi indiciada pela prática do crime de maus-tratos a cães e gatos. A pena para este crime varia de dois a cinco anos de prisão.

Por Bernardo Gonçalves

Fonte: O Município Joinville

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.