Polícia Civil encerra caso do ‘maníaco dos gatos’ da Vl.Palmares em Santo André, SP

Polícia Civil encerra caso do ‘maníaco dos gatos’ da Vl.Palmares em Santo André, SP

Após pouco mais de um mês de investigações, a Polícia Civil decidiu encerrar o caso do ‘maníaco dos gatos’ que atacava na Vila Palmares, em Santo André. Segundo o delegado titular da Dicma (Delegacia de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente) Márcio Antônio Pereira Macedo, não foram encontradas vítimas e também não houve denúncias sobre gatos mortos na região.

“Fizemos diversas diligências, conseguimos a carta e depoimentos de testemunhas, porém não há vítimas. Para prosseguir temos de ter motivo, justa causa. Até o momento ninguém se manifestou com relação a eventuais mortes de gatos ou se sentiu ameaçado com a carta”, afirmou.

Conforme noticiado pelo Diário em 15 de março, dois gatos foram encontrados mortos na Rua Tomás Fontes. Isso teria ocorrido logo após uma carta anônima ser deixada em salão de beleza, contendo ameaças e reclamações em relação aos felinos. O autor se identificava como um novo morador do bairro e dizia que ia matar os animais de estimação com veneno (chumbinho). “Precisamos de mais elementos e de ao menos uma vítima. De momento, o caso está encerrado”, afirmou o delegado.

Ele explicou que o caso é diferente do registrado no bairro Campestre, também em Santo André, no fim de março, quando um homem de 81 anos foi levado até a delegacia, suspeito de matar quatro gatos. Uma senhora, que alimentava os animais que ficavam em terreno, acionou a especializada assim que o crime aconteceu.

A orientação para quem tem denúncia sobre o caso ou qualquer crime envolvendo maus-tratos de animais é fazer o registro via internet. No site da Depa (Delegacia Eletrônica de Proteção Animal) é possível cadastrar todas as informações sobre a ocorrência, inclusive se ela está ocorrendo no momento. Também é possível enviar imagens e vídeos relacionados ao processo. Não é necessário se identificar. O endereço é www.ssp.sp.gov.br/depa.

Por Yara Ferraz 

Fonte: Diário do Grande ABC 

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.