Polícia Civil estoura rinhas de galos e apreende quase 100 aves em Lamarão, BA

Polícia Civil estoura rinhas de galos e apreende quase 100 aves em Lamarão, BA

Viu aí? Uma operação da Polícia Civil, desativou no fim da manhã desta quarta-feira, dia 22, duas rinhas de galos que funcionavam na sede e na zona rural do município de Lamarão.

A ação, comandada pelo delegado Getúlio Queiroz, responsável pela Delegacia Territorial (DT) local, e pelo investigador Gel Fran Almeida, resultou na apreensão de 99 galos, que seriam usados em apostas, medicamentos, anabolizantes e instrumentos de metal que ajudam a ferir os galos durante as brigas.

BA lamarao rinha 1

A primeira rinha desativada funcionava em uma casa  localizada na Rua da Serrinha. Neste local, os policiais encontraram 35 galos. As aves foram encontradas nos fundos do imóvel e estavam confinadas em viveiros individuais. Algumas estavam feridas.

Na área da cozinha os policiais acharam um ringue usado nas rinhas e uma lousa para marcar a pontuação. O proprietário do local não foi encontrado, mas segundo informações da polícia, o imóvel pertence a um homem identificado como Antônio dos Santos Batista.

BA lamarao rinha 2

No decorrer da operação, os policiais foram avisados por um homem que estava sendo investigado da existência de outra rinha de galo que estaria funcionando em uma fazenda do município.

Ao chegar ao local, os agentes observaram que na propriedade indicada os animais também estavam confinados em compartimentos construídos de concreto e madeira aguardando os combates. No local, a polícia apreendeu 64 galos. O proprietário da fazenda foi identificado como Idalício da Silva Santos, o “Dal”.

BA lamarao rinha 3

Segundo o delegado, os galos encontrados nas duas rinhas passarão por uma avaliação veterinária e serão levados para o centro de triagem de animais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (IBAMA).

BA lamarao rinha 4

Os responsáveis pelas rinhas serão indiciados por maus-tratos a animais, conforme o artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais N° 9.605/98.

BA lamarao rinha 5

Fonte: Adelson Carvalho

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.