Polícia Civil indicia dois tutores de animais domésticos por maus-tratos em Jaru, RO

Polícia Civil indicia dois tutores de animais domésticos por maus-tratos em Jaru, RO
Foto: Divulgação

A Policia Civil indiciou nesta sexta-feira (16) duas pessoas sob acusação de maus-tratos a seus cães, um homem de 47 anos e uma mulher de 23 irão responder pela Lei de Crimes Ambientais, que prevê que quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

Um dos animais resgatado pela Polícia juntamente com o Instituto Vitória dos Animais (IVA), o cão Guerreiro, acabou não resistindo e falecendo, já outro cão resgatado esta semana está sob os cuidados de veterinários e cuidadores do IVA.

O pit bull Guerreiro foi acometido por uma doença o qual os veterinários não conseguiram reverter seu quadro, seu tutor de 47 anos será penalizado.

Outro cão resgatado esta semana trata-se de um animal sem raça definida que foi encontrado bastante debilitado, não conseguindo sequer andar. Durante a constatação da PM, o Instituto IVA, acompanhou e se comprometeu a dar o suporte necessário para tentar salvar a vida do animal.

Na ocasião foi perguntado a proprietária de 23 anos se ela tinha a intenção de doar o referido animal, e ela afirmou que sim, pois não teria condições de dar o tratamento adequado a ele. Sendo assim realizado a doação.

Diante dos fatos foi registrado a ocorrência para conhecimento da autoridade policial, e posteriormente aberto um inquérito para apurar negligencia dos proprietários dos animais mencionados. 

Fonte: Diário da Amazônia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.