Polícia Civil localiza 14 cães em situação de maus-tratos em Mariana Pimentel, RS

Polícia Civil localiza 14 cães em situação de maus-tratos em Mariana Pimentel, RS
Foto: Polícia Civil / Divulgação

Cinco locais foram vistoriados pela Polícia Civil com apoio de um médico veterinário nesta quinta-feira (12) em Canoas. A operação tinha como objetivo apurar denúncias de crime de maus-tratos a animais e orientação sobre as condições mínimas de higiene aos tutores.

Nesta quarta-feira (11), um homem foi preso em flagrante por crueldade contra animais e posse de arma de fogo em Mariana Pimentel. No local, a polícia localizou 14 cães, sendo que três estavam num galpão sem ventilação, higiene e comida. Foram apreendidos uma espingarda, munições, cartuchos e acessórios para recarga.

Em Canoas, as denúncias recebidas apontavam que os animais estariam presos em correntes, com pouca mobilidade e acesso à alimentação, o que foi comprovado pelo médico veterinário que acompanhou as diligências e orientou os tutores sobre a melhoria dos cuidados, embora ainda sem configurar o delito de maus-tratos a animais.

A 4ª Delegacia de Polícia de Canoas possui um Cartório Especializado em Crimes contra os Animais e recebeu recentemente o selo institucional “Delegacia Amiga dos Animais”, da Chefia de Polícia, apurando dezenas de denúncias por semana de crimes desta natureza. A operação Arca é uma operação permanente que visa defender o bem estar dos animais de uma forma geral atuando de forma repressiva e preventiva.

Por Valesca Luz 

Fonte: Acústica FM (com informações da Polícia Civil)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.