Polícia Civil resgata 170 galos usados em rinhas em Ananindeua, PA

Polícia Civil resgata 170 galos usados em rinhas em Ananindeua, PA

PA Ananindeua rinhas

A Polícia Civil resgatou, nesta terça-feira (4), 170 galos que eram usados em rinhas de briga, em um sítio localizado em Ananindeua, na Grande Belém. Três pessoas foram detidas e conduzidos para a sede da Divisão Especializada em Meio-Ambiente (DEMA), na rodovia Augusto Montenegro, para responderem pelo crime de maus tratos.

No local, foram apreendidas duas arenas que eram usadas nas rinhas, além de esporões e medicação que era aplicada nas aves. O delegado Vicente Costa, responsável pelo procedimento policial, explicou que denúncias anônimas recebidas pela DEMA levaram a equipe policial até um sítio, localizado na rua Celestino Rocha, perto do final da rua Ricardo Borges, no bairro do Coqueiro.

No local, os policiais civis constataram que havia dezenas de galos trancados em viveiros com evidentes sinais de maus tratos, como ferimentos pelo corpo, conforme presenciou o investigador Edelvan Soares, médico veterinário da DEMA. Todos os animais foram retirados do local, juntamente com os viveiros, arenas e a medicação, e levados inicialmente à DEMA, de onde foram encaminhados a uma instituição em Terra Alta, no nordeste do Pará, para ficar recolhidas.

Dois proprietários do sítio e um médico veterinário foram conduzidos para a Divisão, para a lavratura do TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por crime de maus tratos previsto na Lei de Crimes Ambientais. Após o procedimentos, eles foram liberados para responder ao processo na Justiça.

PA Ananindeua rinhas2

Fonte: Blog do Manoel Silva

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.