Polícia Civil vai apurar morte de cachorro por policial militar em SP

Polícia Civil vai apurar morte de cachorro por policial militar em SP

Moradores acusam agente de disparar contra Bob. Testemunhas estão sendo chamadas para depor.

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte do cachorro Bob, assassinado no último dia 11 deste mês, na favela de Heliópolis, Zona Sul de São Paulo. Os moradores acusam um policial militar de atirar no animal, que latiu para a viatura onde o acusado estava.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a 2ª Delegacia de Crimes contra Meio Ambiente será responsável pela apuração do caso e já começou a chamar testemunhas do crime. O distrito, porém, não forneceu detalhes do trabalho sob a justificativa de não atrapalhar as investigações.

A PM disse, na ocasião, não ter tido registro de cachorro morto em Heliópolis. E ninguém tampouco teria feito denúncia à Corregedoria.

O caso revoltou os moradores e alguns deles atearam fogo em um ônibus e em montes de lixo. Houve confronto com a polícia.

Porém, mesmo com tanta revolta, a comunidade têm medo de prestar depoimento na delegacia da região. “Nós estamos aqui todos os dias e não sabemos o que esses policiais podem fazer. Eu sei a importância (de registrar a ocorrência), mas tenho medo de represálias”, disse uma mulher de 23 anos que pediu para não ser identificada.

O caso

Segundo relatos, a viatura fazia patrulhamento e o cão brincava com duas crianças, de 4 e 7 anos. Quando o carro da PM passou, Bob começou a latir. Neste momento, um dos agentes atirou no animal.

Fonte: Diário SP

MAIS NOTICIAS

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.