Polícia conclui investigação e indicia por maus-tratos homem que jogou cão em caçamba

Polícia conclui investigação e indicia por maus-tratos homem que jogou cão em caçamba
O homem foi flagrado jogando um cachorro dentro de caçamba na Zona Norte. Foto: Reprodução

A Polícia Civil concluiu as investigações e indiciou por maus-tratos o homem flagrado abandonando um cachorro em uma caçamba de lixo, em Todos os Santos, na zona norte [do Rio de Janeiro], no mês passado. Na ocasião, imagens registraram Vandenberg Lopes Pereira descartando o cão da raça pitbull amarrado em uma sacola. O animal chegou a ser resgatado, mas morreu uma semana depois.

Segundo o delegado da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), Wellington Vieira, o caso foi concluído após o resultado do laudo pericial do animal.

Coragem está internado em clínica veterinária onde passar por tratamento. Foto: Reprodução
Coragem está internado em clínica veterinária onde passar por tratamento. Foto: Reprodução

Ainda na ocasião, o caso repercutiu e foi parar na Comissão de Defesa e Proteção dos Animais da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Nas redes sociais, o presidente da pasta, Léo Vieira (Republicanos), também anunciou a finalização do inquérito.

“O criminoso assumiu o fato e foi indiciado. Parabenizo o delegado Wellington Pereira e toda equipe da DPMA. Agradeço também aos veterinários, todos os esforços possíveis foram feitos, mas, infelizmente, o cãozinho não resistiu. Vamos continuar nossa batalha para que não aconteça covardia com animais”, afirmou o deputado estadual.

A pena para crimes contra cães e gatos, de acordo com a Lei Sansão (14.064/2020), é de prisão de dois a cinco anos, mais proibição da guarda e multa (sem especificar o valor). As multas já estão entre as sanções previstas pela Lei dos Crimes Ambientais e variam de, no mínimo, R$ 50 a, no máximo, R$ 50 milhões.

Relembre o caso

Uma câmera de segurança flagrou o momento em Vandenberg abandonou o animal. No registro, é possível ver a caçamba e o momento em que uma picape branca, modelo Renault Oroch, para próximo ao local. O motorista desembarca, abre a porta traseira, retira o cachorro e joga dentro do lixo.

O cão foi encontrado por um morador da região, o ator Thiago Gouveia, que denunciou o caso nas redes sociais e pediu ajuda para identificar o autor do crime e custear o tratamento do animal, que foi batizado de Coragem. Ele foi levado para um clínica veterinária no Engenho de Dentro, zona norte, com quadro grave de desidratação e desnutrição, com diversos ferimentos.

Após uma semana de internação, Thiago informou que o Coragem resistiu a um sangramento gástrico. Ele também explicou que exames no animal apontaram um linfoma maligno com metástase no baço, rim e um tumor no plano nasal, além de leishmaniose.

À reportagem não conseguiu contato com a defesa de Vandenberg Lopes Pereira. O espaço está aberto para manifestações.

Fonte: O Dia

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.