Polícia de MS indicia 3 pessoas por maus-tratos contra cadela Vitória

Polícia de MS indicia 3 pessoas por maus-tratos contra cadela Vitória

Crime aconteceu no dia 30 de junho, em Campo Grande. Animal ficou internada por 13 dias, não resistiu e morreu.

FIXAS imagens fortes 660px

MS campogrande cachorrinha pinscher3O inquérito policial que apurou os maus-tratos da cadelinha Vitória, que foi encontrada com parte do couro arrancado e ferimentos nas patas traseiras, foi concluído pela Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (Decat). De acordo com a Polícia Civil, três pessoas, sendo dois jovens de 18 anos e uma mulher de 37 anos, foram indiciados. O caso aconteceu em Campo Grande.

A Polícia Civil informou que o animal foi atropelado e teve graves ferimentos no dia 30 de junho. A proprietária de Vitória, mulher de 37 anos, a levou em uma clínica veterinária, onde foi feita limpeza dos ferimentos e dado medicação. Mas, ao ver que o tratamento ficaria caro, ela e mais dois jovens abandonaram a cadela em um córrego.

A cadelinha de aproximadamente 3 meses de idade foi resgatada no mesmo dia, por duas ativistas dos direitos do animais no bairro Cophavila II e levada para a clínica em estado grave. Ela foi encontrada com parte do couro da coxa traseira e barriga arrancado e ferimentos nas patas traseiras.

Durante 13 dias Vitória recebeu tratamentos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O tratamento da cadela foi pago com ajuda de doações.

MS campogrande cachorrinha pinscher ms

Fonte: G1

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.