MA saoluis canil pessimascondicoes

Polícia desmonta canil clandestino em péssimas condições, em São Luís, MA

A retirada dos animais também foi acompanhada pela Organização Não Governamental (ONG) Cães e Gatos de Rua.

Nesta sexta-feira (6), a Delegacia do Meio Ambiente fez uma operação no bairro Araçagi, em São Luís (MA), e desmontou um canil clandestino que funcionava no local.

Segundo informações do G1, no canil, foram encontrados cães de diversas raças em péssimas condições de saúde.

De acordo com a delegacia, alguns animais estavam isolados em quartos completamente escuros e imundos. Nos fundos da casa ainda foram verificados quatro animais mortos e escondidos dentro de sacos plásticos.

O canil Green City pertencia a um homem identificado como Alex Alves Itaboraí que teria alugado a casa há quatro anos. Segundo a administradora Claudia Freitas e dona do imóvel, no fim do ano passado Alex começou a atrasar o pagamento do aluguel. Foi, então, que ela descobriu que na casa funcionava o canil e decidiu denunciá-lo.

“A partir do momento que eu vim fazer um outro tipo de atividade aqui na casa. Fazer o levantamento de uma planta baixa eu vi as condições da casa. A casa tá acabada, os maus tratos dos animais. Eles todos ali presos, dentro de gaiola enferrujada, todos sujos, a casa fedendo. Aí eu me sensibilizei pelos animais e resolvi fazer a denúncia junto a Secretaria de Meio Ambiente, fiz o BO e me encaminhou pra Delegacia de Proteção aos Animais”, contou a administradora.

A delegada de Meio Ambiente, Ludmila Pimenta, afirma que o descaso com os animais não se trata de um simples caso de maus tratos e acrescenta que a situação será averiguada com todo rigor.

“Diante da quantidade aqui a gente vai fazer um procedimento mais robusto. Diante das investigações e tudo mais nós vamos fazer um inquérito policial devido a quantidade de animais aqui em situação de negligência”.

A retirada dos animais também foi acompanhada pela Organização Não Governamental (ONG) Cães e Gatos de Rua.

“Eles vão ter que tomar banho. Feitos os procedimentos mesmo de tratamento desse animal e aí assim como os animais são da propriedade da Justiça, da Delegacia, não são nossos animais, não são mais animais do canil aí vão ser averiguados se há donos porque tem pessoas aqui reivindicando que tem documento. Tudo isso vai ser resolvido legalmente”, finalizou a vice-presidente.

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.