Polícia detido por ter estuprado o seu próprio cão

Polícia detido por ter estuprado o seu próprio cão

Um agente da polícia da cidade de Bossier, no estado americano do Louisiana, foi detido esta quarta-feira sob a acusação de ter feito sexo com o seu próprio cão, em atos que foram filmados.

Terry Yetman, de 38 anos, entregou-se ao conhecer a acusação de 40 crimes sexuais, 20 por ter mantido relações com o animal e outras 20 por ter filmado esses atos. Os vídeos foram encontrados no telemóvel do agente.

A investigação começou em agosto, avança o site AJC, depois de as autoridades terem recebido uma denúncia anónima. O polícia está agora detido, com uma fiança estabelecida de 350 mil dólares (307 mil dólares).

O cão foi levado para uma associação de proteção de animais.

Yetman era um polícia bem-visto pelos coelgas, tendo inclusivamente sido premiado em outubro de 2018. Foi louvado pelos esforços que desenvolveu para travar casos de violência doméstica.

Terry Yetman, agente da polícia americano premiado pelos seus serviços, foi detido por ter sexo com o seu cão.

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.