Polícia e Brigada localizam rinha de galos no interior de Cerro Grande do Sul, RS

Polícia e Brigada localizam rinha de galos no interior de Cerro Grande do Sul, RS
Foto: Polícia Civil/Divulgação

Na tarde desta terça-feira, 2 de março, uma ação conjunta entre Brigada Militar e Polícia Civil localizou uma propriedade na qual se realizavam rinhas de galo. A propriedade estava localizada no interior de Cerro Grande do Sul.

A ação foi coordenada pela Delegacia de Policia de Cerro Grande do Sul, que localizou na propriedade quinze galos de rinha, petrechos utilizados nos animais para as lutas e o ringue.

Segundo o registro da Polícia Civil, os animais estavam visivelmente machucados. Eles foram localizados em gaiolas minúsculas, aparentando terem sido submetidos a intensos maus-tratos.

Ainda de acordo com a Polícia, um homem foi conduzido à Delegacia e responderá por crime ambiental.

Organizar ou participar de rinha é crime ambiental, definido no artigo 32 da Lei Federal nº 9.605/98 que diz:

“Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”.

A pena é de detenção de três meses a um ano, além de multa. A pena será aumentada em caso de morte do animal.

Por Elias Bielaski

Fonte: Clic Camaquã

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.