Cães são encontrados acorrentados, sem água e em situação de extrema magreza, em Luziânia — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Polícia encontra cães acorrentados, sem água e em situação de extrema magreza, em Luziânia, GO

A Polícia Civil encontrou quatro cães acorrentados, sem água e comida e em situação de extrema magreza, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a investigação, todos eram da mesma pessoa, sendo que três deles estavam abandonados em uma chácara e o quarto, em uma casa. O homem foi autuado pelo crime de maus-tratos.

O G1 não conseguiu localizar o tutor dos animais para que se posicione sobre o caso porque o nome dele não foi divulgado pela corporação.

O caso aconteceu na última sexta-feira (8). De acordo com o delegado Frederico Gama, titular da 1ª Delegacia Distrital de Polícia da cidade, a polícia chegou até os animais após receber denúncia anônima.

Na chácara, a Polícia Civil confirmou que três cachorros estavam acorrentados, sem água e sem comida, com muitas fezes e em situação de extrema magreza. Segundo o delegado, não é possível precisar há quantos dias os cachorros estavam nessa situação.

Animais foram entregues a um abrigo de animais na região, que irá cuidar deles — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Animais foram entregues a um abrigo de animais na região, que irá cuidar deles — Foto: Divulgação/Polícia Civil

“Em volta dos animais havia muitas fezes, algumas vasilhas estavam repletas de lodo, Os animais estavam extremamente magros, o que indica que, se ia ao local, o proprietário não tomava os devidos cuidados com os animais. Segundo ele, deixava os cachorros amarrados porque senão corriam atrás das galinhas que tinha por lá”, disse Frederico.

O delegado disse ainda que vizinhos da propriedade disseram que o dono da chácara não residia no local e deixava os animais passando necessidades. Além disso, também denunciaram que o homem chegava a agredir os cães.

A polícia encontrou o suspeito no local onde ele trabalha. Em seguida, a polícia foi até a casa dele, onde encontrou o quarto animal nas mesmas condições.

Animais não tinham água, nem comida nas vasilhas — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Animais não tinham água, nem comida nas vasilhas — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O suspeito foi encaminhado à delegacia e autuado pelo crime de maus-tratos. Foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência [TCO] e, após firmar compromisso de comparecer ao Poder Judiciário, foi liberado.

Os quatro cachorros resgatados foram entregues a um abrigo de animais na região, onde serão devidamente tratados e medicados.

Cães são encontrados acorrentados, sem água e em situação de extrema magreza, em Luziânia — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Cães são encontrados acorrentados, sem água e em situação de extrema magreza, em Luziânia — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Por Danielle Oliveira, G1 GO

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.