Terreno seria utilizado como 'cemitério de animais', em Cajazeiras — Foto: Solange Santos

Polícia investiga ‘cemitério’ de animais em Cajazeiras, Sertão da Paraíba

A Polícia Civil está investigando um local utilizado para o “descarte” de animais mortos, na cidade de Cajazeiras, localizada no Sertão paraibano. De acordo com o delegado Francisco Filho, as investigações começaram após um grupo de ativistas da causa animal ter feito uma denúncia, na última segunda-feira (11), de que a Prefeitura de Cajazeiras estaria jogando os cadáveres em um “cemitério clandestino” de animais.

De acordo com a denúncia do grupo de ativistas, no local, um terreno da prefeitura, há cadáveres de vários animais, incluindo caninos, equinos, bovinos e caprinos, sendo alguns deles em estado de decomposição. O grupo também protocolou, junto ao Ministério Público, um documento para que o caso seja investigado.

“Estamos apurando se os animais que estão sendo colocados lá têm alguma documentação que comprove a existência de alguma doença para justificar uma eutanásia. Ontem encaminhamos uma equipe da perícia ao local e foi realizada a coleta do material para averiguar se os animais depositados estavam, de fato, doentes, a fim de saber se a prefeitura está fazendo o procedimento da forma correta”, disse Francisco Filho.

No local, há cadáveres de vários animais, incluindo caninos, equinos, bovinos e caprinos — Foto: Solange Santos
No local, há cadáveres de vários animais, incluindo caninos, equinos, bovinos e caprinos — Foto: Solange Santos

De acordo com a coordenadora do Centro de Zoonoses de Cajazeiras, Cléo Moura, há muitos anos que o local é utilizado para colocar os animais mortos, no entanto, ela assegurou que, por parte da Prefeitura, o descarte dos cadáveres não acontece de forma ilegal.

“Os animais que são colocados lá pelo Centro de Zoonoses são animais que apresentaram doenças como cinomose e leishmaniose. Existe um banco de dados, com exames e os termos de eutanásia. Outra coisa que vale destacar é que não são só animais de ruas que são colocados lá. São animais que têm tutores, também. Tudo é feito com base em exames e documentação. Não é só o Zoonoses que descarta animais lá. A própria população também faz isso”, pontuou a coordenadora.

O delegado Francisco Filho informou que o fato de haver denúncias de que a própria população também estaria colocando cadáveres de animais no terreno é um agravante que também está sendo investigado. “Vamos apurar todas as informações. Solicitamos da Prefeitura a documentação dos animais que são colocados lá. E, sobre a perícia, em um período de um mês devemos ter o resultado dela”, concluiu.

Polícia investiga se população também estaria colocando cadáveres de animais no terreno — Foto: Solange Santos
Polícia investiga se população também estaria colocando cadáveres de animais no terreno — Foto: Solange Santos

Fonte: G1