Polícia investiga homem por tráfico de animais após cobra píton ser capturada na casa dele, em Aparecida de Goiânia, GO

Polícia investiga homem por tráfico de animais após cobra píton ser capturada na casa dele, em Aparecida de Goiânia, GO
Cobra píton é resgatada dentro de casa em Aparecida de Goiânia — Foto: Divulgação/CBM GO

A Polícia Civil investiga se o dono da casa cometeu crime de tráfico de animais contra a cobra píton albina de mais de 2 metros de comprimento, que foi capturada na casa dele, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Segundo o delegado de proteção ao Meio Ambiente (Dema), Luziano Carvalho, o crime de maus-tratos foi descartado. Um vídeo registrou quando a cobra foi capturada (veja abaixo).

VÍDEO: Cobra píton albina é capturada dentro de casa, em Aparecida de Goiânia

“Nas investigação foi possível checar junto ao Ibama que a cobra píton albina pode ficar até 15 dias sem comer, com isso, o depoimento do dono da casa que diz que ficou sem alimentar o animal não é considerada crime de maus-tratos. Vamos seguir a linha de que o animal foi introduzido no país de forma ilegal, sem parecer técnico ou autorização. Isso é crime ambiental”, diz delegado.

Segundo o delegado, a versão do dono da casa contradiz o relato da ocorrência feita pela mulher ao Corpo de Bombeiros. “Em depoimento, o dono da casa diz que a cobra foi deixada com ele por um conhecido de rede social e a mulher relata no registro dos bombeiros que encontrou a cobra no quintal de casa. As versões não batem e vamos seguir a investigação de que a cobra foi traficada”, conta Luziano.

O resgate da cobra aconteceu na tarde da quinta-feira (10), no Setor Aeroporto Sul. O dono da casa prestou depoimento na Dema, após a captura da cobra que estava na casa dele. O nome do homem não foi revelado pela polícia. Por isso, o G1 não localizou a defesa dele para se manifestar.

O delegado disse que a mulher dele deve prestar depoimento na próxima quinta-feira (17). “Ela é esposa do rapaz e eles estavam brigados. Então existe a possibilidade de ela ter denunciado a presença da cobra na casa. Possivelmente sabia que o animal estava na casa há pelo menos 15 dias”, disse Carvalho.

VÍDEO: Polícia investiga tráfico de animais contra cobra píton encontrada em casa de Aparecida

Luziano conta que o vigilante, que é dono do imóvel, disse que um amigo deixou a cobra para viajar e não voltou para pegar. Em depoimento, ele diz que gosta de animais exóticos e por isso aceitou cuidar da cobra. Na residência, os policiais civis encontraram calopsitas e um tanque com peixes piraras.

Espécie rara

O resgate foi feito pelo Corpo de Bombeiros na tarde da quinta-feira (10), no Setor Aeroporto Sul, após uma moradora avistar a cobra e acionar os militares.

O biólogo Edson Abrão diz que a espécie é de origem asiática ou africana e é rara no Brasil. O animal possui veneno, mas não é peçonhento, ou seja, não o transmite para a presa. Ela mata por meio de estrangulamento.

Ela é exótica, não é do Brasil, é uma serpente da África ou da Ásia. Apesar de ela ter veneno, ela não é peçonhenta. Provavelmente, foi comprada filhote e trazida clandestinamente para cá. O filhote dela custa até R$ 3 mil, uma deste tamanho pode valer R$ 15 mil”, explicou o biólogo.

Devido aos raros resgates desta espécie, o delegado Luziano comenta que a cobra pode ter sido adquirida até mesmo em Goiás.

“Essa cobra pode ter vindo de perto, até mesmo na vizinhança, isso significa que podemos ter tráfico de animais”, pontuou.

VÍDEO: Polícia Civil deve ouvir mulher do dono da casa onde cobra píton foi encontrada, em Aparecida de Goiânia

Por Vanessa Chaves, G1 GO

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.