Polícia investiga suspeita de envenenamento de vacas em sítio de Caldas, MG

Polícia investiga suspeita de envenenamento de vacas em sítio de Caldas, MG

A Polícia Civil investiga a morte de 14 vacas que teriam sido envenenadas em um sítio de Caldas (MG). A suspeita de produtores de leite é que os animais tenham sido envenenados por conta de uma briga de família por herança.

Vídeo: Polícia investiga se vacas morreram envenenadas por vingança em um sítio em Caldas (MG)

“Eu escutei o gemido, o gado estava tudo no chão. Levei a lanterna do celular para iluminar, para eu ver, os animais estavam tudo no chão, agonizando na morte”, explicou o produtor José Rinaldo.

A hipótese de envenenamento pela briga por herança, segundo a produtora de leite Edivanilda de Cássia Oliveira, é pelo fato da situação já ter acontecido.

“Já não é o primeiro gado que eles fizeram isso, já é a segunda vez que estão fazendo isso. Os indivíduos fizeram isso com o gado duas vezes e cortaram o cerco. Então, a gente não tem outra suspeita”, detalhou.

Um veterinário foi chamado e constatou o envenenamento segundo os sintomas das vacas. Três novilhas chegaram a ser salvas.

“Quatorze animais agonizando e a gente ter que cuidar de cada um deles, então não teve o tempo hábil de concluir”, explicou o médico veterinário Fernando Garrefa.

As vacas estavam prenhas. As carcaças ficaram no local e aguardavam a retirada por parte da prefeitura, que deve liberar uma máquina para enterrar os animais.

“A gente deparou com um produto lá no coxo, um farelo de trigo, que devia ter algum químico junto para matar os animais”. Duas vacas e uma amostra do farelo de trigo foram levados para a análise. Não há prazo para divulgação dos resultados.

Quatorze vacas morreram em sítio de Caldas (MG); polícia investiga. — Foto: Ricardo Caroba/EPTV

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.