Polícia já tem suspeito dos maus-tratos aos animais em Candiota, RS

Polícia já tem suspeito dos maus-tratos aos animais em Candiota, RS
Manifestantes pediram justiça e punição aos autores. (Foto: J. André TP)

A Polícia Civil está investigando a onda de ataques a cães e gatos registrados em Candiota nos últimos dias. Segundo a inspetora Patrícia Coradini, da Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA), que cuida do caso com a delegada Daniela Barbosa de Borba, alguns dados foram coletados e estão sendo analisados, mas já há um suspeito. “Acredito que estamos no caminho certo. Logo pegamos o autor”, destaca a inspetora.

A brutalidade dos maus-tratos resultou em um protesto na tarde de quinta-feira, 6. Cerca de 50 manifestantes percorreram uma quadra e meia da sede do município com destino a Delegacia de Polícia, onde pediram justiça e formalizaram um boletim de ocorrência em conjunto.

O CASO – Moradores encontraram os animais com ferimentos no pescoço, o que possivelmente tenha sido ocasionado por uma faca ou estilete, em tentativa de degola. Dois cães foram decapitados, sendo que um gato e um cão foram cortados e os proprietários tiveram que procurar ajuda veterinária para salvá-los. Além disso, os bichinhos estão sendo atacados dentro dos pátios, uma atitude que revolva os moradores. Os casos aconteceram na Vila Residencial e na sede do município, porém já houve registros em Seival e na Vila Operária.

Por Claudenir Munhoz

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.