Polícia Militar Ambiental prende três homens responsáveis por rinhas de galo em Santo André, SP

Polícia Militar Ambiental prende três homens responsáveis por rinhas de galo em Santo André, SP
Polícia Militar Ambiental prende três homens responsáveis por rinhas de galo em Santo André

A Polícia Militar Ambiental prendeu em flagrante três indivíduos responsáveis por uma casa onde aconteciam rinhas de galo na tarde de ontem (8), no bairro Jardim Santo André.

Durante a operação, policiais ainda foram apreendidos esporas para briga, esporas de treino, biqueiras, dois ringues, medicamentos, seringas e bisturis.

Ao menos 52 aves foram encontradas presas em gaiolas e caixas de madeira pequenas. Dentre elas estavam cinco passarinhos Coleirinha e um Cardeal-do-nordeste. Constatou-se no local situação de insalubridade e tortura. A maioria dos animais estava com sinais de maus-tratos.

Os infratores presos já tinham antecedentes por crimes similares. A ocorrência foi registrada pelo Dicma (Delegacia do Meio Ambiente) e uma investigação está em curso.

A rinha de galo é considerada crime ambiental, podendo imputar pena de dois a cinco anos, além da aplicação de multa que, neste caso, chega a R$ 152.000,00 mil para cada um dos envolvidos.

Por Lorena S Ávila

Fonte: Diário do Grande ABC

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.