Polícia Militar Ambiental resgata pássaros mantidos ilegalmente em cativeiro em Platina, SP

Polícia Militar Ambiental resgata pássaros mantidos ilegalmente em cativeiro em Platina, SP
Fotos: Polícia Militar Ambiental de Marília

Nesta terça-feira, 22 de fevereiro, policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, destacados no 2º Pelotão de Assis, em fiscalização a um criador amador de pássaros, compareceram no bairro Jardim dos Ipês, e constataram 12 pássaros das espécies Tico Tico Rei, Trinca Ferro, Iraúna Grande, Canário da Terra, Coleirinho Papa Capim, Sabiá Barranco, Tie Preto e Inhapim, mantidos ilegalmente em cativeiro, verificando ainda indícios claros de adulteração em suas anilhas de identificação.

Diante dos fatos, foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, no valor de R$ 6.000,00, por ter em cativeiro espécime da fauna silvestre sem autorização do órgão competente.

Os pássaros foram encaminhados para a Associação Protetora dos Animais Silvestres de Assis.

O infrator responderá pelo crime ambiental previsto no artigo 29, parágrafo 1º, inciso III da Lei Federal 9605/95.

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3433.7199 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3323.5111 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.

 

Por Ewerton Ricardo Messias

Fonte: Polícia Militar Ambiental de Marília

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.